Nosso compromisso é fazer com que crianças e adolescentes se interessem pela literatura e cresçam em caráter, aliado ao conhecimento.

edimilsopimentel2017@gmail.com

É correto consultar os mortos?
                Muitas pessoas inteligentes e de boas de intenções têm  tentado manter contato com os mortos. Ledo engano.   Na parábola bíblica do jovem bom e rico (Mc 10.17-31), ele também, como se sabe, era bom, mas estava no caminho errado. Jesus Cristo revelhou-lhe o quão errado estava. Embora tivesse a melhor das intenções, como de boas intenções o inferno está cheio, há alguns que crêem firmemente que os mortos retornam para avisá-los de perigos, ou para guiá-los em suas vidas e decisões, ou para assombrá-los e ameaçá-los. Muitas pessoas procuram os assim chamados “médiuns” que alegam facilitar seu contato com os mortos.Deut 18,9-14:


Ah ! Seria bom se fosse assim, pois quem não gostaria de contatar um ente querido que se foi?   Seria muito bom.  De minha parte, perdi três irmãos de forma seguida: um em 2007 (meu irmão gêmeo), outro em 2008, meu irmão caçula, outro em 2009 , o irmão gêmeo do meio. Minha mãe teve três pares de gêmeos. Também, bom demais seria para a polícia que desvendaria todos os crimes sem ter que gastar recursos infinitos.  Todos os esforços para comunicar com os mortos, sejam diretamente ou através de “médiuns”, são contra a vontade de Deus e resultarão em condenação.  O nosso único médium entre os homens e Deus é Jesus Cristo “; o apóstolo, Paulo diz: Há um só mediador entre Deus e os homens - Jesus Cristo. A necromancia, ou comunicação com os mortos, prática religiosa pagã herdada pelos judeus no cativeiro egípcio,  foi explicitamente proibida juntamente com várias outras falsas práticas religiosas.
 
Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador,nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador,nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos, pois todo aquele que faz tal cousa é abominação ao Senhor (Deuteronômio 18:9-14). 
 
  Tais práticas foram a razão pela qual Deus rejeitou as nações que tinham ocupado a terra de Canaã. Ele advertiu seu povo a não imitar esses pecados, porque eles sofreriam a mesma punição de expulsão da terra.

O contexto desta proibição em Deuteronômio 18 ajuda a ver por que a necromancia é abominável a Deus. Depois de uma lista de várias fontes de revelação desaprovadas (18:9-14), encontramos o contraste claro com a fonte aprovada, a Palavra de Deus (18:15). Esta passagem aponta explicitamente para Jesus Cristo, o profeta-sacerdote-rei que seria levantado por Deus. Entender este princípio nos ajuda a ver porque todas as formas de idolatria, advinhação, astrologia, feitiçaria e necromancia são erradas. Procurar revelação de tais fontes é rejeitar a autoridade do Filho de Deus.


Muitas pessoas citam o exemplo do Rei Saul (1 Samuel 28) para justificar a necromancia. Um estudo deste capítulo e da história subseqüente (no fim do livro) mostra que Saul desobedeceu frontalmente a lei de Deus. A revelação que lhe foi feita não o ajudou a ter melhor sorte, mas mostrou-lhe que ele morreria no dia seguinte, devido aos seus pecados contra Deus.

O Novo Testamento condena explicitamente a idolatria (Romanos 1:22-23; 2 Coríntios 6:14 - 7:1) e a feitiçaria (Gálatas 5:20). Jesus é o médium, o único mediador, a única fonte de revelação de Deus ao homem de hoje (Hebreus 1:1-2). Ele está acima de todos e merece plena honra (Colossenses 1:13-18). É errado buscar orientação espiritual de outras fontes (Colossenses 2:8-9,20-23; 3:1-3).
Quanto ao "evangelho" de Alan Kardec, ouçamos o apóstolo Paulo:
" Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho. O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transformar o evangelho de Cristo. Mas ainda que vós mesmos ou um anjo de céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, sejá anátema. Assim como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema! Porque persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? se estivesse ainda agradando aos homens não seria servo de Cristo."   - Gálatas 1:6-10
Neste trecho da carta de Paulo aos Gálatas ele os adverte pelo fato de estarem dando ouvidos a outro ensino e deixarem de lado o evangelho puro e simples conforme lhes havia anunciado, deixando de lado a Graça de Cristo para seguirem outro evangelho. Seja anátema!

O evangelho que era anunciado pelo apóstolo Paulo não era segundo os homens, mas segundo a revelação de Jesus Cristo, por isso não procurava agradar a homem algum, mas pregar o evangelho puro, sem a intervenção de homens que vivem tentando mudar a mensagem revelada em Cristo Jesus
.
 

Versão para impressão