OS TRES LEÕEZINHOS
Era uma vez, numa determinada floresta, uma leoa-mãe havia dado à luz 3 leõezinhos bem bonitinhos: O Rax, o Rix e o Rex. Um dia o macaco, representante eleito dos animais súditos, malandro e puxa-saco, fez uma reunião com toda a bicharada da floresta e...
 
Você é nosso visitante número:
Visitantes online
O melhor, mais ilustrado e completo site de fábulas e contos do mundo é brasileiro.
 
 
 click to zoom
A PERERECA E A COBRA
 
            Era um dia era como outro qualquer na floresta. Apenas chovia um pouco...

      Numa mata, uma perereca preparava-se para comer uma mosca quando uma cobrinha-macho, adolescente,  que observava a cena, e queria comer aquela batráquia,  disse: - Perereca, não comas de imediato a mosca! Espere que a abelha a coma, depois tu comerás a abelha. Assim ficarás melhor alimentada...
A perereca assim o fez e, efetivamente, passados alguns segundos, veio uma abelha que comeu a mosca. E a chuva aumentou um pouco...  A perereca preparou-se, então, para comer a abelha, mas a cobrinha- macho adolescente a interrompeu novamente:
- Perereca, não comas a abelha! Ela vai ficar presa na teia da aranha e a aranha vai comê-la, então tu comes a aranha, e ficarás melhor alimentada...
A perereca de novo esperou. A abelha levantou vôo, caiu na teia da aranha, veio a aranha e a comeu. Aumentou mais a chuva e a perereca já estava encharcada...
Preparou-se então a perereca para saltar sobre a aranha, mas de novo a cobrinha-macho adolescente falou:
- Perereca, não sejas precipitada! Há de vir um pássaro que comerá a aranha, que comeu a abelha, que comeu a mosca. Comerás o pássaro e ficarás melhor alimentada.
A perereca, reconhecendo os bons conselhos da cobrinha-macho adolescente, aguardou.  Logo depois, efetivamente chegou um pássaro que comeu a aranha.  E o pássaro fez menção de voar. Entretanto, começou a chover muito forte e a perereca, ao atirar-se sobre o pássaro, escorregou e caiu numa poça de água.  
Neste momento, uma outra cobra-macho adulto, que por lá passava, engoliu a perereca e sumiu mata adentro.

MORAL DA HISTÓRIA:
          Quanto mais tempo duram as preliminares, mais gulosa e molhada fica a perereca.  Porém, cuidado! Se esse tempo for muito longo,  e ficar ensebando, vem outra cobra, passa e come a sua perereca.
 
 
Versão para Impressão     



 Envie seu comentário abaixo
Nome: 
E-mail: 
Comentário: 
 Código de validação: 
3126
 
  FÁBULAS
CONTOS
CONTOS de FADAS
ARTIGOS
CRÔNICAS
  LENDAS
FOLCLORE
PARLENDA
TRAVA-LÍNGUAS
1001 PERGUNTAS
DiTADOS POPULARES
CHARADAS
PIADAS
MITOLOGIA GRECO-ROMANA
POESIAS
RELIGIÃO
BIOGRAFIAS
PARTITURAS
CANTINHO DO ALUNO
LOGIN / LOGOUT